O Ecomuseu

Ribeira de Pena é um concelho de fronteira entre o Minho e Trás-os-Montes, onde se encontram o Alvão, o Barroso e o próspero vale do Tâmega. Fruto desta situação, possui um património rico e peculiar, de contrastes e simbioses que estão na origem de uma identidade muito própria caracterizadora da sua comunidade.


O Ecomuseu de Ribeira de Pena pretende preservar e divulgar o património cultural da comunidade ribeirapenense, assim como promover e dinamizar a ação cultural na sua região de implantação.










sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Santa Bárbara e as Minas de Adoria


No dia 4 de Dezembro celebra-se o Dia de Santa Bárbara, santa protectora das tempestades e trovões e padroeira dos artilheiros e mineiros. Em celebração deste dia, o Roteiro de Minas e Pontos de Interesse Mineiro e Geológico de Portugal publicou a Newsletter nº 33 onde é dado destaque à devoção pela santa nas proximidades das Minas de Adoria em Cerva.

Um artigo do Gabinete Técnico do Ecomuseu que disponibilizamos aqui.




sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Ribeira de Pena Comemora Tricentenário de Manuel José de Carvalho


Realizou-se no passado dia 28 de novembro de 2018 a comemoração dos 300 anos do nascimento de Manuel José de Carvalho, ilustre ribeirapenense responsável pela construção da Igreja Matriz de Ribeira de Pena. Para celebrar a efeméride, o Ecomuseu de Ribeira de Pena promoveu um conjunto de visitas guiadas que envolveram a Capela de São Pedro e a Igreja Matriz, permitindo a interpretação histórica da paróquia de São Salvador através dos elementos artísticos que se preservam nestes dois monumentos.

Aos vários participantes foi permitido conhecer em pormenor a antiga igreja paroquial, de origem medieval, que se desenvolvia junto à Capela de São Pedro onde se preservam alguns pormenores artísticos de relevo, merecendo destaque o arco gótico de acesso à antiga igreja, o brasão do seu fundador e o fresco renascentista do altar recentemente descoberto e restaurado. A segunda parte das visitas deu a conhecer a atual Igreja Matriz, magnífico monumento rococó, percorrendo a história da sua construção, os pormenores artísticos e devocionais que a caraterizam e as histórias que preserva, com especial destaque para o casamento de Camilo Castelo Branco.

Manuel José de Carvalho nasceu no lugar de Ruival a 28 de novembro de 1718, onde viveu até aos 12 anos, tendo depois emigrado para o Brasil onde fez fortuna. Por sua iniciativa foram construídas as igrejas de Ribeira de Pena, Afonsim (Vila Pouca de Aguiar) e Bilhó (Mondim de Basto), para além de avultadas doações à Capela de Nossa Senhora da Guia e às igrejas de Santa Marinha e Santo Aleixo d’Além Tâmega. Esta atividade foi organizada pelo Município de Ribeira de Pena, através do Ecomuseu, em coordenação com Paróquia de Salvador.






sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Celebração do Tricentenário do Nascimento de Manuel José de Carvalho


Em celebração dos 300 anos do nascimento de Manuel José de Carvalho, irão realizar-se no próximo dia 28 de novembro um conjunto de visitas guiadas à Capela de São Pedro de Ribeira de Pena e à Igreja de São Salvador. Estas visitas, promovidas pelo Ecomuseu de Ribeira de Pena, visam percorrer a história da paróquia através dos elementos artísticos que se preservam nos dois monumentos. Uma primeira parte da visita desenvolve-se junto à Capela de São Pedro, que estava anexa à antiga igreja paroquial e que preserva elementos artísticos medievais e do renascimento que permitem perceber como seria o conjunto que então se desenvolvia em seu redor, merecendo especial destaque o fresco renascentista do altar recentemente restaurado. A segunda parte da visita irá desenvolver-se na nova igreja matriz mandada construir por Manuel José de Carvalho, magnífico edifício barroco pleno de pormenores artísticos de referência no seu interior.
Manuel José de Carvalho nasceu no lugar de Ruival a 28 de novembro de 1718, onde viveu até aos 12 anos, tendo depois emigrado para o Brasil onde fez fortuna. Por sua iniciativa foram construídas as igrejas de Ribeira de Pena, Afonsim (Vila Pouca de Aguiar) e Bilhó (Mondim de Basto), para além das doações à Capela de Nossa Senhora da Guia e às igrejas de Santa Marinha e Santo Aleixo d’Além Tâmega.
Esta atividade é organizada pelo Município de Ribeira de Pena, através do Ecomuseu, em coordenação com Paróquia de Salvador.
As visitas são gratuitas e não necessitam de marcação prévia.
Aos interessados bastará aparecer na Igreja Matriz de Ribeira de Pena num dos seguintes horários:
9h30
11h00
14h30
16h00


quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Programa de apoio à definição da estratégia de internacionalização e abordagem a mercados prioritários para os produtos endógenos da região do Alto Tâmega


A Casa da Cultura – Museu da Escola acolheu, no dia 14 de novembro, uma sessão sobre o Programa de apoio à definição da estratégia de internacionalização e abordagem a mercados prioritários para os produtos endógenos da região do Alto Tâmega. 

Este projeto visa o reforço da respetiva capacidade competitiva, o crescimento do volume de distribuição e comercialização em mercados relativamente à qualidade destes produtos.

Programa 
14:30|Abertura - João Avelino Noronha Rodrigues de Carvalho, Presidente da Câmara Municipal de Ribeira de Pena 
14:40|Apresentação do projeto INTAT - Ramiro Gonçalves, CIMAT 
15:00|Informação sobre mercados - João Paulo Canle, C2G 
15:30|Análise de benchmarking a nível nacional e internacional - José Carlos Chaves, ADRAT 
16:00|Coffee-break 
16:15|A Internacionalização empresarial no Alto Tâmega: Situação atual e perspetivas – Artur Cardoso, Pena Aventura 
16:45|Próximas linhas de Apoio às Empresas do Alto Tâmega António Montalvão, ADRAT 
17:25 |Encerramento - João Avelino Noronha Rodrigues de Carvalho, Presidente da Câmara Municipal de Ribeira de Pena

Mais informações em:
https://www.intat.pt/




quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Ecomuseu de Ribeira de Pena em destaque entre os museus de comunidade


A convite do Museu Nacional de Arqueologia, o Município de Ribeira de Pena, através do Ecomuseu, participou no Seminário “Património Cultural, Museus e Responsabilidade Cidadã”, realizado, no dia 30 de setembro, no salão nobre daquela instituição.
Esta iniciativa surge integrada nas Jornadas Europeias do Património e desenvolve-se no âmbito do projeto EU-LAC Museums que estuda a relação entre as comunidades e os museus. Os museus são lugares de memórias vivas e por isso as comunidades de museus comunitários participantes neste projeto foram convidadas para uma tarde de partilha de histórias e tradições.
O Ecomuseu de Ribeira de Pena foi um dos exemplos de boas práticas na relação com a comunidade que esteve em destaque no evento, em especial pelo trabalho com o Museu do Linho que integra na sua dinâmica as tecedeiras do Grupo de Tecelagem de Limões que preservam naquele espaço as tradições associadas ao trabalho artesanal do linho.


terça-feira, 9 de outubro de 2018

Apresentação do Livro “UM AVÔ, UMA HISTÓRIA” na Casa de Camilo|Friúme


No passado dia 29 de setembro, pelas 15h00, realizou-se na Casa de Camilo|Friúme a apresentação do livro “Um Avô, Uma História”, da autoria de M. Mamouros.
Com ascendência em Friúme, M. Mamouros nasceu em Viseu, em 1995. Cresceu entre Viseu, Liége (Bélgica) e Albufeira. Vive com os seus pais e a sua irmã mais nova numa aldeia nos arredores de Viseu. Amante de animais e da natureza.
O livro conta a história de Valentim, de olhos cativantes, sorriso meigo e sonhos por realizar, que lutou contra todas as probabilidades. A sua viagem ao Brasil, tinha vários objetivos, ajudar a sua mãe e provar a todos que com esforço e dedicação tudo se consegue.
Viveu rodeado de amor e carinho, construiu uma família, realizou sonhos.
Editado pela Chiado Books, o livro pode ser encontrado nas principais livrarias nacionais